Escrituração contábil: o que é e como ela precisa ser feita?

EscrituraÇÃo ContÁbil Para Pj Blog - Cibertec Contabilidade e Assessoria | Rio Grande do Sul - Brasil

Compartilhe nas redes!

Saiba o que é a escrituração contábil, obrigatoriedade e quando ela deve ser realizada

Entenda o que é a escrituração contábil, quais situações ela é necessária e vantagens de fazê-la

A escrituração contábil é um procedimento realizado pela contabilidade, mas que tem muita relação com sua empresa.

Ela pode levar à sua gestão informações relevantes, contribuindo para que você faça escolhas que esteja máximo possível alinhadas com as necessidades do seu empreendimento.

Todavia, isso nem sempre é algo fácil.

Sabendo disso, no artigo que preparamos, nos preocupamos em trazer informações relevantes, as quais vão ajudar você a saber mais sobre a escrituração contábil e como utilizá-la em prol do seu negócio.

O que é a escrituração contábil?

A gente pode entender como escrituração contábil o procedimento feito pelo contador para levantar os bens direitos e deveres da sua obrigação e elaborar os respectivos relatórios contábeis.

Nesse sentido, ela envolve uma série de técnicas e precisa se atentar a uma série de regras para estar em total conformidade com o que determina a Ciência Contábil.

Por exemplo, ao registrar um valor, para cada débito, precisa haver um crédito de montante equivalente.

Isso se chama método das partidas dobradas.

Exemplificando, quando a sua empresa paga uma duplicata de fornecedor, à vista, o valor de R$ 100,00, é preciso que ele seja lançado a débito no caixa, para que ocorra a saída do recurso, e a crédito na conta de fornecedor, para que a pendência seja baixada.

É preciso que ele seja devidamente datado a fim de que se entenda no futuro, caso seja necessário, quando foi que o fato aconteceu.

Ainda, é preciso que se deixe um descritivo informando, por exemplo, a que aquela escrituração realizada se refere, o que, em contabilidade, é chamado “histórico” do lançamento.

No exemplo que trouxemos, uma das várias possibilidades de histórico seria: “Pagamento a fornecedor A referente nf X, duplicata Y, mês Z.

É necessário trazer que o histórico precisa ser compacto e contar com o máximo de informações possíveis, para facilitar que, no futuro, se entenda a que se refere a movimentação.

Outro ponto importante ligado à escrituração é o plano de contas.

Trata-se do conjunto de contas que irá ser usado para classificar toda a movimentação do seu negócio.

Como cada empreendimento possui características diferentes, é preciso que o plano de contas também traga contas as quais, de fato, serão usadas pela empresa.

Leitura sugerida:

Quais as vantagens e como usá-las em prol do seu desenvolvimento?

A escrituração é a base para a elaboração de relatórios contábeis.

Sendo assim, ela tem papel importante quando se trata de fornecer dados os quais poderão ser utilizados pela gestão da sua empresa.

Perceba que é a partir da escrituração contábil que são gerados demonstrativos como:

  • Balanço Patrimonial;
  • Demonstração do Resultado do Exercício;
  • Livro de Registro Diário;
  • Livro Razão etc.

Por meio deles, você poderá entender qual o grau de endividamento da sua empresa, a liquidez do seu negócio, dentre outros.

Isso com a ajuda da análise das demonstrações contábeis.

Sendo assim, trata-se de um procedimento importante, o qual vai ajudar sua administração a fazer escolhas as quais estejam mais de acordo com a sua realidade.

Quem precisa realizá-la?

Todas as empresas precisam manter uma escrituração contábil, sejam elas microempresas, empresas de pequeno porte e empreendimentos maiores, exceto MEI, que não está obrigado a mantê-la, mas isso pode ser interessante á título do Imposto de Renda de Pessoa Física.

Nesse aspecto, é importante trazer o que fala o art. 1.179, da Lei 10.406/02, que afirma o seguinte:

Art. 1.179. O empresário e a sociedade empresária são obrigados a seguir um sistema de contabilidade, mecanizado ou não, com base na escrituração uniforme de seus livros, em correspondência com a documentação respectiva, e a levantar anualmente o balanço patrimonial e o de resultado econômico

Temos também o art. 27, da Lei Complementar 123, o qual traz o seguinte:

Art. 27.  As microempresas e empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional poderão, opcionalmente, adotar contabilidade simplificada para os registros e controles das operações realizadas, conforme regulamentação do Comitê Gestor.

Enfim, são inúmeros os textos de lei os quais tratam sobre o assunto e trazem a necessidade de se realizar a escrituração contábil da empresa.

Dessa forma, por vezes, não realizar a escrituração contábil do seu empreendimento poderá trazer sérios prejuízos, como, por exemplo, autuações.

Isso acontece, por exemplo, em contextos nos quais o auditor do governo compareça ao seu estabelecimento e você não conte com os respectivos documentos para apresentar à autoridade fiscal.

Qual a responsabilidade da sua empresa quando se trata da escrituração contábil?

Você precisa providenciar que ela seja feita em seu negócio.

Mas perceba que realizá-la demanda conhecimento bastante específico.

Sendo assim, você precisará contratar um contador para tal fim.

Uma alternativa que se mostra econômica e, de igual forma, vantajosa, é contratar serviço de terceirização.

Mas, nesse caso, você precisará ter muito cuidado com seus controles, tendo em vista que sua empresa precisará enviar à contabilidade periodicamente a documentação necessária para se realizar a escrituração contábil.

Isso inclui emitir e solicitar a emissão de todas as notas fiscais, por exemplo, ao se adquirir produto ou serviço, solicitar contratos ao se fazer empréstimos, financiamento, também escrituras, ao adquirir um novo bem em nome do seu negócio, dentre outros.

Lembre-se também que esse documentos precisam ser enviados com antecedência ao seu contador, tendo em vista que realizar a escrituração contábil demanda tempo e uma série de processos, sendo que nunca se sabe quando você precisará dos relatórios gerados a partir dela para participar de licitação, solicitar financiamentos, ou mesmo apresentar ao fisco.

Dito isso, clique no botão abaixo e conheça quem pode ajudar quando se tratar desse assunto:

Contabilidade no Rio Grande do Sul – Brasil

 Cibertec: suporte para uma gestão eficiente

A gente pode observar em nossa conversa que, por meio da escrituração contábil, você poderá ter acesso a informações importantes, as quais poderão contribuir para a tomada de decisão de forma estratégica em sua empresa.

Isso posto, cabe lembrar que nós, da Cibertec, somos uma contabilidade especializada no assunto e temos a expertise necessária para ajudar não apenas a gerá-la em seu negócio, mas também dar o apoio de que você precisa para que você possa usar essas informações em prol do desenvolvimento do seu negócio.

Clique no botão abaixo converse com a gente e conheça e perto os benefícios de ter o nosso suporte!

Preciso de ajuda para lidar com as obrigações da minha empresa

5/5 - (1 vote)
Summary
 Escrituração contábil: o que é e como ela precisa ser feita?
Article Name
Escrituração contábil: o que é e como ela precisa ser feita?
Description
Saiba o que é a escrituração contábil, obrigatoriedade e quando ela deve ser realizada. Leia o artigo que preparamos e saiba mais!
Author
Publisher Name
Cibertec
Publisher Logo

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Escrituração Contábil Fiscal Você Sabe O Que é E Sua Importância - Cibertec Contabilidade e Assessoria | Rio Grande do Sul - Brasil

Escrituração Contábil Fiscal para PF: o guia completo!

Escrituração Contábil Fiscal para pessoa física: o que é e por que fazer? Aumente seu conhecimento sobre a Escrituração Contábil Fiscal e entenda sua importância para pessoa física. A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) para Pessoa Física é mais do que

Imposto De Renda Para Autônomoscomo Funciona Para Quem Preenche O Carnê Leão (1) - Cibertec Contabilidade e Assessoria | Rio Grande do Sul - Brasil

Imposto de Renda para autônomos: tudo sobre o carnê-leão!

Imposto de renda para autônomos: como funciona para quem preenche o carnê leão Descubra como autônomos podem lidar com o Imposto de Renda, incluindo o preenchimento do carnê-leão, deduções permitidas e prazos de pagamento, mantendo-se em conformidade com a legislação

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Guia definitivo da restituição de Imposto de Renda sobre pensão…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Precisa de ajuda?