Planejamento tributário: a única forma de reduzir impostos de forma legal

5 Dicas Para Reduzir Os Impostos Para Prestadores De ServiÇo Blog - Cibertec Contabilidade e Assessoria | Rio Grande do Sul - Brasil

Compartilhe nas redes!

Como reduzir impostos para prestadores de serviço através do planejamento tributário

Impostos assombram todos os empreendedores brasileiros, não seria diferente com você! Mas, através do planejamento tributário, você consegue  reduzir a carga tributária da sua empresa

Chegou o momento de se planejar e tomar decisões importantes para a saúde da empresa nos próximos meses e realizar um planejamento tributário é uma ótima opção para economizar e organizar as finanças.

Muitos prestadores de serviço sentem inúmeras dúvidas na hora de planejar os 12 próximos meses e até mesmo quais atitudes devem tomar financeiramente, aí se dá a importância de se planejar em todos os detalhes.

Ao falar de impostos, logo nos recordamos da carga tributária no Brasil, que é extremamente elevada e complexa, o que gera inúmeras dúvidas para os prestadores de serviço e torna o planejamento tributário algo essencial, somente assim será possível pagar impostos de forma justa.

Com esse artigo, nosso objetivo é ajudar você, prestador de serviço a reduzir a carga tributária elevadíssima paga pela empresa, continue acompanhando e siga nossas dicas.

O que é planejamento tributário

O planejamento tributário é uma forma lícita de reduzir a carga fiscal imposta pela pessoa jurídica, é a principal forma dentro da lei de te fazer economizar no pagamento de impostos da sua empresa.

Nele, podemos englobar diversas práticas, entre elas podemos citar a análise comparativa de regimes tributários para entender qual enquadramento será mais vantajoso, aproveitamento de benefícios e isenções fiscais e o levantamento de oportunidades tributárias.

Além disso, o planejamento tributário pode envolver práticas diárias em relação a outros serviços tributários indicados pela sua contabilidade e que dependem da sua atividade.

Para descobrir as melhores práticas fiscais para o seu negócio, é necessário analisar documentos contábeis e tomar decisões a partir disso, ou seja, o planejamento tributário envolve muita análise de documentos e registros da sua empresa.


Confira essas postagens, elas também podem te ajudar:

Planejamento tributário é algo dentro da lei?

Muitos prestadores de serviço acreditam que essa é uma forma ilícita de tomar as decisões da empresa, afinal, implica em reduzir impostos, mas não é isso, o planejamento tributário é algo incentivado pelos órgãos e chamado de elisão fiscal.

A confusão acreditando na ilegalidade dessa prática é muito comum, pois existem dois termos com nomes próximos, elisão fiscal, que envolve o planejamento tributário, e a evasão fiscal, que é uma prática ilegal de não pagamento de impostos. A segunda pode até mesmo enquadrar a empresa no crime de sonegação de impostos, impedindo o funcionamento da empresa.

Quando falamos de planejamento tributário, falamos de elisão fiscal, cujo objetivo é usar previsões e permissões legais para reduzir impostos pagos.

5 dicas para reduzir impostos com o planejamento tributário sendo prestador de serviços

Agora que você já entendeu o que é planejamento tributário, chegou o momento de colocar isso na prática e aplicar para que você também possa economizar nos impostos.

Separamos cinco dicas práticas e essenciais que farão toda diferença para você, prestador de serviço.

Acompanhe a seguir:

1- Análise de benefícios e incentivos fiscais

Após a escolha do regime tributário, é importante saber se você se enquadra em algum incentivo fiscal. Esses incentivos são dados pelo governo para estimular certas atividades fiscais.

Além disso, há cidades e estados que oferecem alíquotas diferenciadas para fomentar o movimento da economia, é imprescindível verificar as possibilidades para você, bem como considerar empregar ações que permitam reduzir custos com impostos.

2- Planejamento tributário para reduzir custos de impostos

Nesse caso, será feita uma simulação de vários cenários para que a empresa descubra qual é a configuração mais interessante para que ela pague menos impostos.

Serão considerados elementos muito relevantes como:

  • Nicho de atuação;
  • Tamanho da empresa.

Além disso, pode incluir o rateio do valor total de impostos dentro da produção, conseguindo indicar as melhores condições.

3- Enquadramento correto do negócio

Esse deve ser pensado no momento de abertura da empresa, pois o regime tributário escolhido afeta diretamente o valor de imposto a ser pago.

Você pode optar por um dos três disponíveis no Brasil hoje: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido.

É importante conhecer bem cada um deles e conhecer os pontos positivos e negativos individualmente, assim como entender em qual você pode se encaixar, pois nem todas as atividades são permitidas em todos.

O seu faturamento também influencia essa escolha.

4- Avaliação de divisão da empresa

Muitos prestadores de serviços fazem mais de um serviço ou estão inclusos no negócio de varejo também. Apesar de não ter nada de errado com isso, as finanças do negócio podem sofrer com isso.

As alíquotas diferentes podem fazer com que você pague impostos mais altos ao invés de pagar o necessário para cada uma das atividades — é importante realizar o planejamento tributário para que os custos fiquem de acordo com cada atuação.

5- Revisão e ajustes do planejamento tributário

Uma das grandes chaves de sucesso para qualquer planejamento é a sua revisão constante.  Assim, depois que um calendário de atividades, com metas e prazos, foi definido, é preciso sempre visitá-lo e conferir se os objetivos foram alcançados.

Mais do que isso, use o momento para trazer atualizações ao plano, além de reajustar rotas – se for necessário.

Portanto, o planejamento tributário é uma tarefa dentro da empresa que não tem fim, deve ser reavaliado e refeito periodicamente.

Dica bônus: uma contabilidade especialista pode te ajudar!

Tenha ao seu lado uma contabilidade especializada

Lidar com todas as questões empresariais não é uma tarefa simples e pagar menos impostos é o desejo de todos os empresários, mas você pode acabar com esse problema de uma vez por todas.

Você não precisa dar conta de tudo o que envolve o seu negócio sozinho, é importante ter ao seu lado quem pode te ajudar a realizar um planejamento fiscal inteligente e te ajudar na economia de impostos.

Para falar conosco, você precisa de apenas um clique!

Clique no link abaixo, informe os seus dados, clique em “Enviar” e, em poucas horas, um de nossos especialistas entrará em contato!

Ou, caso prefira, clique no ícone do WhatsApp, no canto da tela, e fale com nossa equipe agora mesmo!

Realize seu planejamento tributário com especialistas agora mesmo!

5/5 - (1 vote)
Summary
Planejamento tributário: a única forma de reduzir impostos de forma legal
Article Name
Planejamento tributário: a única forma de reduzir impostos de forma legal
Description
Como reduzir impostos para prestadores de serviço através do planejamento tributário. Leia o artigo que preparamos e fique por dentro!
Author
Publisher Name
CIBERTEC - CONTABILIDADE, ASSESSORIA LTDA
Publisher Logo

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Escrituração Contábil Fiscal Você Sabe O Que é E Sua Importância - Cibertec Contabilidade e Assessoria | Rio Grande do Sul - Brasil

Escrituração Contábil Fiscal para PF: o guia completo!

Escrituração Contábil Fiscal para pessoa física: o que é e por que fazer? Aumente seu conhecimento sobre a Escrituração Contábil Fiscal e entenda sua importância para pessoa física. A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) para Pessoa Física é mais do que

Imposto De Renda Para Autônomoscomo Funciona Para Quem Preenche O Carnê Leão (1) - Cibertec Contabilidade e Assessoria | Rio Grande do Sul - Brasil

Imposto de Renda para autônomos: tudo sobre o carnê-leão!

Imposto de renda para autônomos: como funciona para quem preenche o carnê leão Descubra como autônomos podem lidar com o Imposto de Renda, incluindo o preenchimento do carnê-leão, deduções permitidas e prazos de pagamento, mantendo-se em conformidade com a legislação

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Saiba o que é a escrituração contábil, obrigatoriedade e quando…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Precisa de ajuda?